Notícias

Soft Skills x Hard Skills

O que é Soft Skill?

Soft Skill pode ser traduzido como sendo habilidades pessoais e profissionais ligadas ao comportamento humano e que são difíceis de mensurar por serem subjetivas.

As Soft Skills são desenvolvidas durante a vida da pessoa, adquiridas durante experiências vivenciadas e que não são ensinadas na escola, livros e televisão por exemplo.

Podemos dizer que uma pessoa que tem várias Soft Skills desenvolvidas possui um Quociente Emocional (Q.E) mais elevado do que a média. Esse conceito foi amplamente difundido pelo seu criador Daniel Goleman, que dizia que uma pessoa não pode ser considerada menos inteligente que outra apenas pelo Quociente de Inteligência (Q.I) e que deve ser levado em conta o Q.E para medir a capacidade intelectual de cada um.

São exemplos de Soft Skills:

Liderança

Ética

Inteligência Emocional

Empatia

Resiliência

Proatividade

Criatividade

Comunicação

Pensamento Crítico

Como podemos ver as soft skills são competências comportamentais e estão altamente relacionadas com a sua capacidade de interagir com o restante do pessoal com quem você trabalha. Até porque as pessoas são contratadas pelo seu currículo e são demitidas pelos seus comportamentos. Elas nos dão características da nossa personalidade que afetam o ambiente de trabalho e por conseguinte a produtividade da equipe.

Daniel Goleman, um dos maiores especialistas em PNL e comportamento humano no mundo, disse  “Habilidades como resiliência, empatia, colaboração e comunicação são todas competências baseadas na inteligência emocional e que distinguem profissionais incríveis da média”.

Hoje em dia os jovens não estão dando o verdadeiro valor para esta habilidade e focam apenas em se formar em uma faculdade boa, fazer cursos profissionalizantes para a área que deseja atuar, decorar fórmulas, aprender a mexer em Excel, Power Point, Banco de dados, etc… e não dão a devida atenção à inteligência emocional que é uma das habilidades mais importante para alcançar cargos elevados na empresa.

E se por um acaso eu não tiver alguma Soft Skill desenvolvida?

Isso não é problema!

É claro que algumas pessoas terão mais facilidade em desenvolver uma determinada soft skill do que outras, mas é possível desenvolvê-la com treino como tudo na vida visto que o comportamento humano é mutável e está perto da base da pirâmide dos níveis neurológicos.

Quanto mais perto estiver da base da pirâmide dos níveis neurológicos, mais fácil é de se alterar padrões que façam você se distanciar dos seus objetivos.

Esse assunto é abordado no curso Practitioner em PNL que possuímos em nosso Instituto!

O que é Hard Skill?

Durante muitos anos as Hard Skills eram a condição sine qua non para você conseguir a vaga de emprego que você desejava, visto que os Head Hunters da época prezavam muito mais pelas suas habilidades técnicas do que as suas habilidades pessoais, visto que é muito mais fácil mensurar as habilidades técnicas da pessoa com certificados, diplomas, provas, concursos, processos seletivos, etc..

Assim sendo, Hard Skill pode ser classificada como habilidades que são aprendidas por meio da escola, treinamentos, cursos, workshops, palestras, apostilas e podemos classificá-las como sendo qualquer aptidão técnica que um profissional possui. Em resumo, podemos falar que elas são “tangíveis”.

São exemplos de Hard Skills:

Graduação / Pós Graduação

Habilidades ligadas à informática

Conhecimento de uma língua estrangeira

Cursos Técnicos

Conhecimento em manusear máquinas / equipamentos

As habilidades técnicas são facilmente mensuráveis e elas estão contidas dentro do currículo de cada profissional. Não existe uma hard skill melhor que outra, isso dependerá da demanda de cada empresa e do cargo que será exercido dentro dela.

As Hard Skills podem ser ligadas fortemente ao Quociente de Inteligência (Q.I) visto que ele é obtido por meio de testes que avaliam a capacidade cognitiva da pessoa que está sendo analisada.

Conclusão:

Depois de visto a definição de cada uma dessas palavras, podemos dizer que as hard skills até algumas décadas atrás eram vistas como único método de avaliar uma pessoa em um processo seletivo, bastando ter diversos cursos/diplomas/treinamentos em seu currículo para conseguir a vaga de emprego dos sonhos.

Com o passar dos anos e com toda a transformação digital e globalização, as soft skills estão cada vez mais tomando espaço e sendo crucial para os novos recrutadores. Como dito acima, muitas pessoas são contratadas pelo currículo e despedidas pelo seu comportamento, visto que uma pessoa com comportamentos errados pode acabar influenciando negativamente toda uma equipe de trabalho.

Portanto, não deixe de lado as suas soft skills e comece a treiná-las caso ache necessário, pois com certeza em algum dia de sua vida você verá que ela trará grandes benefícios tanto profissionais quanto pessoais.

(0)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *