Notícias

LIDERANÇA E O PODER DA PRESENÇA

No mundo corporativo moderno convivemos diariamente com a elaboração de planos, metas, estratégias, planejamento etc. e, apesar de isso ocorrer sistematicamente, observamos que a realização dessas metas muitas vezes fica longe de se tornar uma realidade.

O sonho do executivo ou líder da empresa corre grande risco de sucumbir se cuidados na execução das estratégias necessárias para se atingir os resultados desejados não forem tomadas. Muitas vezes notamos uma distância muito grande entre os objetivos pretendidos e o que é, de fato, realizado pela equipe de execução.

Muitos líderes de empresa gostam de sonhar com todas as metas e planos da empresa, mas não acham digno o trabalho de realizar estes sonhos. No livro “Execução”, de Harry Bossidy e Ram Charan, esse processo é descrito com detalhes. Adiante analisaremos juntos o Poder da Presença, Presença Física, Presença Mental, Presença nos Relacionamentos e Presença nas Ações, e o que pode resolver de modo muito eficaz esses problemas.

Presença Física

Para que uma meta possa ser executada, o líder deve estar completamente comprometido, não só com sua elaboração, mas, com o acompanhamento e contribuição na sua execução. Sendo assim, o líder deve estar fisicamente presente onde ocorre a ação de execução.

Somente a presença física no local da ação permitirá ao líder entender profundamente o funcionamento do negócio e das relações pessoais envolvidas no desenvolvimento dos planos, metas e estratégias. Somente a presença física permite ao líder formar uma visão abrangente dos detalhes necessários para o funcionamento do negócio.

Quando o líder está distante do local de ação, ele recebe as informações pertinentes à empresa filtradas por terceiros. Quem está presente observa os fatos, faz suas interpretações e, a seu modo e gosto, filtra e conduz conforme sua vontade e necessidade e as passa ao líder para análise e tomada de decisão. Decidir guiado por informações filtradas por terceiro é o mesmo que querer andar de bicicleta na Avenida Paulista de olhos vendados. Um desastre.
Estar presente significa conhecer a realidade e, portanto, tomar decisões acertadas se torna bastante fácil.

A presença física é a conexão do líder com a realidade.

Presença Mental

Sem a presença física é impossível detectar os reais problemas da empresa.
Porém, somente a presença física não é capaz de gerar soluções. É triste perceber que muitas pessoas estão apenas presentes fisicamente em seus empregos. Não usam sua capacidade mental para resolver questões relacionadas à melhoria de seu trabalho. Como múmias, zumbis ou peças de máquinas, executam diariamente as mesmas funções, ações e tarefas sem nunca dedicar qualquer tempo para criar algo novo ou melhor. Não conhecem o prazer de ter uma ideia, de criar uma solução. Desconhecem a alegria de ser criativo, viver a magia que só a criança tem em imaginar o novo.

O líder deve estar mentalmente presente, identificando problemas e criando soluções para os mesmos. Ele deve viver a empresa. Ele deve SER a empresa. Deve todo tempo estar pensando em algo que possa aprimorar o funcionamento da empresa.

Presença nos Relacionamentos

Relacionamentos: esse é o ponto em que o líder deve usar a maioria de seu tempo e dedicação. Se você deseja ser um grande líder, deve, obrigatoriamente, tornar-se um expert em relacionamentos.

Hoje, é humanamente impossível uma só pessoa deter todas as habilidades para concluir as tarefas da empresa. Criar um ambiente harmônico é dever do líder.

Faz-se, portanto, necessário que o líder conheça detalhadamente seus clientes externos e internos. Clientes internos são todos os colaboradores da empresa. Ele deve conhecer profundamente cada membro da equipe. Deve conhecer as aflições, desafios, conflitos e ambições de sua equipe e de seus clientes externos. Só assim ele poderá criar soluções para esses problemas e assim ser reconhecido como um grande líder.

A presença nos relacionamentos é o que permite ao líder sua conexão com os outros, assim ele conhecerá os potenciais, as habilidades e pontos fracos de cada elemento da equipe e poderá assim usufruir da experiência e competência de cada um na elaboração cumprimento das tarefas.

Presença nas Ações

O poder da ação é o que concretiza os sonhos do líder. É importantíssimo elaborar um grande projeto, mas isso não tem nenhum valor se não executarmos a obra. Um pintor pode ter uma ideia genial sobre um quadro, mas isso não terá nenhum valor se ele não sujar as mãos de tinta! Vejo muitos líderes sentados em seus tronos esperando que algum súdito execute seus sonhos. Isso é improdutivo. Conheço inúmeros que tem uma formação acadêmica invejável, possuem ideias e conhecimentos geniais, mas de que serve isso se essas ideias não são compartilhadas por outras pessoas e não se materializam?

A concretização de um sonho não é um trabalho menos digno, como alguns podem pensar. A operação também é um grande desafio intelectual. Exige criatividade, sabedoria, domínio de persuasão e inteligência emocional. Somente considero uma pessoa inteligente e madura quando ela é capaz de transformar seus sonhos em realidade.

Dr. Neil Hamilton Negrelli Junior

(0)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *