Notícias

O SENTIMENTO DE RAIVA É UM PROBLEMA EM SUA VIDA?

A RAIVA

A raiva pode ser definida como uma emoção das quatro emoções primárias, ela pode ser intensa e normalmente possui características destrutivas. Ela nada mais é do que um estímulo do nosso cérebro reagindo a alguma adversidade que encontramos em nossas vidas, seja porque nos irritamos com alguma pessoa, nos estressamos com fatos do ambiente externo que não podemos controlar, nos sentimos em situação de perigo ou com algum problema interno que não conseguimos resolver.

Quando o sentimento de raiva toma conta do nosso corpo, a adrenalina toma conta da situação, o aumento de batimento cardíaco acontece imediatamente, a mudança da respiração também é claramente notada e o nosso corpo definitivamente se prepara para uma batalha.

Normalmente a raiva faz com que o corpo sofra todas essas mudanças ditas acima e, com isso, a pessoa que não sabe fazer o bom uso desse sentimento, começa a ter ações e comportamentos agressivos e violentos, além de pensamentos cruéis que nutrem aquela raiva, somado ao fato de, ao se sentir com raiva, argumentos e porquês são encontrados fácilmente para continuar sentindo essa emoção.

Ela pode aparecer em diversos graus de intensidade, desde uma leve irritação até explosões que pode causar danos maiores. Em momentos de raiva, as pessoas falam sem pensar e normalmente direcionam essa raiva para cima de uma outra pessoa. De modo geral essa emoção é muito mal utilizada.


Significado do sentimento de Raiva

A Raiva, segundo a terceira definição do dicionário Michaelis, significa “Estado ou sentimento de rancor causado por irritação, aborrecimento ou rejeição” e exatamente esse sentimento ou estado interno que estamos abordando neste texto!

Uma outra definição de raiva, no mesmo dicionário Michaelis é “Violento acesso de fúria; cólera, ira” e na verdade isso é a reação que a pessoa teve ao se sentir com raiva.

Ou seja, é normal você sentir raiva seja qual for o motivo, mas a sua reação ao sentir raiva é que vai fazer com que ela seja bem ou mal canalizada.

Quem nunca sentiu raiva pelo menos uma vez na vida?

Todos nós já experienciamos, pelo menos uma vez, o sentimento de raiva em nossas vidas e não é ruim sentir raiva, ela é uma emoção como todas as outras e possui uma sua função biológica positiva mesmo não parecendo a primeira vista.

“Não gostar de emoções negativas é tão útil quanto não gostar de inverno.

O Inverno virá, você querendo ou não, assim como as emoções. Melhor do que gostar ou não gostar é saber lidar com elas”

Normalmente, quando ouvimos a palavra raiva já pensamos naquela pessoa gritando, brigando, explodindo e consequentemente utilizando a raiva de um modo destrutivo.

Geralmente a raiva é descontada em pessoas amadas, próximas, coisas que você nunca falaria para o seu chefe você fala para sua mãe, pai, irmão…Usar a raiva dessa maneira gera cicatrizes nas pessoas.

É necessário tomar muito cuidado quando está com raiva pois demora anos para construir um relacionamento e apenas segundos para destruí-los.

Como diz Willian Shakespeare em seu texto “Um dia você aprende…”:

“Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel…”


Sentir raiva de tudo

Sentir raiva constantemente e em excesso pode ser muito prejudicial a sua saúde, e como todas as outras emoções vistas até agora, ela também funciona como um mecanismo de proteção do seu corpo. Guardar a raiva internamente pode também causar diversos problemas e doenças como hipertensão, problemas cardíacos, úlceras, entre outros..

Vimos que a raiva é caracterizada como destrutiva, imagina como será guardar algo destrutivo dentro de você por algum tempo. Com certeza essa ação não trará bons resultados.


O que fazer quando eu estiver sentindo raiva?

A raiva surge quando algo contraria as intenções das pessoas. Ela deve ser usada para corrigir esse desvio. A forma adequada de se utilizar a raiva, é canalizá-la para a conquista de seus objetivos. Para isso é necessário usar a raiva contra o problema que a causou. Usando-a assim você poderá ter ganho imensos.

Vamos supor que você esteja próximo ao final do ano e tenha uma prova de uma matéria que odeia. Você necessita tirar uma nota alta, mas não suporta nem a ideia de ter que estudar aquilo.

Essa prova surge contra as suas intenções consequentemente surge a raiva. Um amigo mesmo sabendo que você necessita tirar uma boa nota te chama para tomar uma cervejinha. Jogar a raiva pra cima desse amigo não trará resultados, pode sim acabar com uma amizade.

Você deve utilizar a raiva para corrigir o que a causou. Se tirar uma boa nota pode se ver livre da matéria. Você fica com muita raiva por não poder sair com os amigos e tomado por essa raiva você pode conseguir forças para estudar e alcançar o êxito na matéria.

Assim a raiva será bem canalizada.

Ela esta sendo canalizada para a conquista de um objetivo: passar de ano.

Você a joga em cima do problema que a causou.

Fazendo isso você fará bom proveito dessa emoção/sentimento!

(0)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *