Notícias

Tristeza: Aprenda como lidar e superar esta emoção!

A definição de tristeza segundo o dicionário Michaelis é “1. Estado ou qualidade de triste; 2. Ausência do sentimento de alegria; 3 Manifestação característica de mágoa; 4. Profundo pesar; desgosto, enturvação”.

Quem nunca se sentiu triste pelo menos uma vez na vida? Tenho certeza de que você, leitor, já se sentiu dessa maneira, mas tenha certeza de que isso é muito comum e acontece com todo nós.

Mas afinal, o que é a tristeza? Quais são as suas causas e efeitos? O quanto ela pode te atrapalhar de atingir os seus objetivos?

É o que veremos neste artigo. A primeira impressão que fica é de que não precisamos dessa emoção e que poderíamos “descartar” ela pois ninguém gosta de se sentir assim, certo?

ERRADO!

Algumas pessoas acreditam que para você possuir o domínio das suas emoções é deixar de sentir emoções que parecem prejudiciais, como a tristeza, medo, raiva ou qualquer emoção que traga sentimentos desagradáveis e possíveis descontroles.

Ter o domínio das emoções é bem diferente disso!! É algo muito maior do que gostar ou não gostar, ou até mesmo maior do que buscar meios para impedir a existência de tais emoções.

O melhor caminho para se obter o controle de suas emoções é compreendê-las de maneira mais completa, como um mecanismo fisiológico.

E como fazemos isso?

Cada emoção possuem uma função biológica positiva, se conseguirmos compreender que mesmo as emoções aparentemente negativas possuem uma função biológica, é possível tirarmos um resultado positivo de todas as emoções.

Com a correria dos tempos modernos, nosso tempo se torna cada vez mais escasso e nossa atenção cada vez mais voltada para o meio externo. Temos que nos preocupar realmente com muitas coisas. Com o trabalho, com a faculdade, com os filhos, com as compras de casa, televisão, computador. São muitos itens que prendem a nossa atenção ultimamente. Com a atenção dirigida para fora, sobram menos conduções para dirigir nossa atenção às emoções. Não darmos a devida atenção a elas não significa que elas não estão acontecendo. Muito pior: elas vão aflorar, e isso pode ocorrer de maneira mais intensa do que o necessário. Daí vem o surgimento de algumas formas modernas e realmente mais intensas de ansiedade e depressão.

Cada uma de nossas emoções merece a atenção necessária. Acontece com inúmeras pessoas ir empurrando-as com a barriga como se nada estivesse acontecendo é como segurar um vazamento de água em um cano com as mãos. Vai ter uma hora em que vai estourar. É necessário seguirmos por outro caminho. Não existe emoção positiva e emoção negativa. Você vai vivenciar as emoções por toda a sua vida de uma forma ou de outra.

Embora não seja agradável sentir-se triste, a tristeza tem a importante função biológica de servir como um mecanismo de alerta ou um alarme, indicando que algo não está correto ou como nós gostaríamos em nossas vidas.


O que é a Tristeza?

A tristeza é uma das quatro emoções primárias que possuímos, junto com a alegria, medo e a raiva. Todas as outras emoções existentes derivam destas quatro mencionadas anteriormente. Quando você se sente triste normalmente essa emoção é caracterizada por um grande estado de melancolia profunda, desanimação, descontentamento, culpa, solidão, cansaço, angústia ou falta de vontade de realizar as suas atividades do cotidiano.

Uma pesquisa realizada na Universidade de Leuven nos mostra que a tristeza é a emoção que dura mais tempo do que qualquer outra emoção ou sentimento. Foram utilizadas como amostra 233 pessoas e avaliaram 27 emoções, entre elas a alegria, inveja, vergonha, ódio, esperança etc. e segundo este estudo a mania do ser humano de ficar remoendo os fatos ruins e continuar pensando e pensando naquilo faz com que o estado da tristeza perdure mais tempo do que as demais. Para se ter uma ideia, a tristeza durou em média 120 horas enquanto a alegria durou em média 35 horas, quase 3,5x mais como mostra o gráfico abaixo:

Tabela emocoes
Tabela da quantidade de horas que duram cada emoção, onde o nojo e a vergonha são os mais rápidos a duração enquanto a tristeza é de longe a que mais demora.

Por este motivo, a tristeza pode gerar um problema ainda maior como a depressão ou a ansiedade, já que ela dura em média muito mais tempo do que as outras emoções. Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 120 milhões de pessoas no mundo sofrem de tristeza profunda.

Portanto…

Lembre-se, todas as emoções têm a sua função biológica positiva. Se possuímos essa emoção, podemos fazer bom proveito dela, mesmo a primeiro momento não parecendo.

Pense na tristeza como uma lâmpada vermelha que se acende quando algo inconveniente acontece. Por exemplo: você perde seu emprego e a lâmpada acende, você se sente triste. O alarme ligado indica que você deve encontrar uma solução para o problema. Dificuldades na sua vida pessoal, financeira, profissional, de relacionamento interpessoal, avaliação sobre desempenho pessoal podem ser gênese para tristeza e, assim, “a lâmpada vermelha” pode acender.

Se, uma vez com a “lâmpada acesa”, a pessoa busca e consegue uma solução para o problema, a lâmpada se apaga e a pessoa está livre da emoção da tristeza. Claro que algumas soluções são mais fáceis, outras requerem maior atenção e cuidado. O grande problema é quando, sem uma solução, a pessoa decide prosseguir seu caminho na esperança de que a lâmpada apague sozinha: a terrível tentativa de seguir a vida sem resolver o que deu origem a essa tristeza.

Neste caso, o que costuma acontecer é a lâmpada brilhar ainda mais forte, mostrando que algo, de fato, não está correto e, com isso, a tristeza tende a aumentar. Continuar nesse caminho pode levar a uma grande depressão. Portanto, quando você estiver se sentindo triste, use algum tempo para perceber qual aspecto da sua vida não está totalmente adequado e busque uma solução para isso.


O que pode causar a Tristeza?

Ela pode ser ocasionada por inúmeros fatores, podemos citar alguns como término de relacionamento, briga familiar, perda de uma pessoa querida, demissão, decepções, desilusões, frustrações na carreira, infelicidade, traumas pessoais, conflitos internos, por se sentir sozinho ou até mesmo triste sem motivo aparente.

Assim como as outras emoções e sentimentos, a tristeza normalmente aparece como uma resposta a algo que está acontecendo ao nosso redor ou em nossas vidas, funcionando como um mecanismo de alerta sobre os problemas que permeiam nossa vida e solucioná-los é o melhor caminho para ser feliz. Basta reservar um tempo para você.


Como superar a tristeza

Superando a Tristeza

Sabemos que quando a pessoa está triste, normalmente ela fica pensando no motivo que a deixou triste por muito tempo… então, aqui vai uma boa notícia… existem diversas coisas que você pode realizar para te ajudar nestes tempos difíceis, nós do INEXH fizemos uma lista para você:

1. Tenha pensamentos positivos

O que você tem dito para si mesmo? saiba que o poder das palavras é imenso e elas podem tornar uma identidade forte ou fraca. Se você se autointitula um inútil, burro, fracassado ou algo do tipo, se você acreditar e dizer isso para si mesmo o que acontecerá é que você se tornará o que você diz. O poder do inconsciente é gigantesco e o que você diz para ele tem grande influência no seu dia-a-dia.

Por exemplo, se alguém lhe perguntar se o seu dia foi tudo bem, por mais que não tenha sido, ao invés de dizer que que o dia foi “péssimo” tente mudar para “hoje o dia foi complicado, houve diversos obstáculos, mas trabalharei mais para atingir o resultado desejado.”

Você verá o poder que as palavras possuem.

2. Mude a sua alimentação

Provavelmente você já ouviu a famosa frase “Você é o que você come.” E isso é bem verdade, existem diversos alimentos que, por terem diversos nutrientes, auxiliam no combate a depressão. Eles são importantes nutrientes e vitaminas que auxiliam e agem no sistema nervoso central.

Podemos citar como exemplo peixes, vegetais, legumes, castanhas, sementes, ovos, leite, feijão, entre outros.

Mude a sua alimentação e você consequentemente verá uma mudança no seu humor e bem-estar.

3. Pratique exercícios constantemente

Uma das pressuposições da Programação Neurolinguística é de que corpo e mente formam um sistema único e você pode perceber isso facilmente. Se você estiver com sono, se você fizer um mínimo de atividade física como por exemplo alguns “polichinelos”, o sono passará rapidamente e você estará acordado em poucos minutos.

Além disso, o exercício físico é importante para todas as pessoas pois além de ser bom para a sua saúde ele libera serotonina e dopamina na sua corrente sanguínea, que são responsáveis por manter o seu humor balanceado.

4. Reconhecer o que te deixa triste

A tristeza como já falamos ela serve como uma espécie de lâmpada que se acende quando algo não está certo. Reconhecer os seus sentimentos e emoções é o primeiro passo para eliminar esse sentimento o mais rápido possível.

O melhor neste momento é refletir sobre a questão que lhe aflige, buscar meios para resolvê-los e não “empurrar com a barriga” este sentimento e apenas esperar passar. Pode ser que estes pensamentos voltem novamente, portanto reconhê-los o quanto antes pode lhe poupar de no futuro esta emoção voltar ainda mais forte.

5. Pratique o amor-próprio

Vivemos em uma sociedade que colocam diversos padrões inatingíveis, seja de beleza, status, fama, e com isso a nossa mente acaba achando que, quem não atinge estes padrões, está fora do “aceitável”. Não importa o que as pessoas lhe digam, o que a sociedade impõe, saiba que você é perfeito do jeito que você é. Todos nós somos um milagre da natureza. Lembre-se que você existe, que tem valor, que existem pessoas que te amam, que você é muito importante para alguém aqui na terra.

Caso queira ler um artigo de como melhorar a sua autoestima e amor-próprio, clique aqui!

6. Pratique atividades que você goste

É muito importante que você mantenha todas as suas atividades da sua rotina e que te dão prazer, afinal nada melhor do que fazer coisas que gostamos, não é mesmo?

Por mais triste que você esteja, ao realizar uma atividade do seu gosto pessoal como correr no parque, ir na academia, meditar, desenhar, ouvir música, encontrar amigos isso fará com que durante a execução dessas atividades você distraia a sua cabeça e esqueça o que está te incomodando.

7. Tire um tempo para você

A correria do cotidiano e o trabalho excessivo pode fazer com que você se sinta triste e cansado, fazendo com que você perca a paciência e se estresse por mais ínfimo que seja o motivo. Todos nós precisamos de um tempo com nós mesmo, seja para descansar em sua casa, viajar para praia ou campo, ou até mesmo para se conectar com a natureza.

Se você achar que está à beira de um “burnout”, peça um tempo para o seu chefe, descanse um pouco, vá para uma praia, um resort ou para o meio do mato. Se desconecte um pouco da vida cotidiana das cidades grandes.

Poucos dias de descanso lhe trarão uma nova energia.

8. Converse com familiares e colegas

Muitas vezes o sentimento de tristeza vem acompanhado também de um sentimento de solidão profundo. Nessas horas é importantíssimo recorrer aos seus familiares e colegas, explicar o que está acontecendo e o porquê de você se sentir assim para que eles possam te auxiliar a achar a felicidade novamente.

Pode ser que você ache difícil falar com outras pessoas sobre os seus sentimentos, muitas pessoas acham isso por pensarem que estão incomodando as outras pessoas com os seus problemas, porém isso é um pensamento totalmente errado. Sua família e amigos terão o prazer de te ajudar, assim como caso algum amigo seu passe por uma situação parecida, prestar uma ajuda não te custa nada!

9. Reconheça que a tristeza tem uma função positiva

Como já dissemos, a tristeza tem uma função biológica positiva. Não que seja bom se sentir triste, mas nestes momentos precisamos refletir e ver quais pontos da nossa vida precisamos prestar mais atenção e dar o devido valor a fim de encontrar a alegria novamente.

Lembre-se a tristeza é como se fosse uma lâmpada que se acende quando algo não está de acordo e ela se apaga assim que resolvemos estas questões.

10. Relaxamento profundo

Deixamos aqui disponível um relaxamento profundo de 15 minutos para aqueles dias difíceis.

11. Treinamento DL – Desenvolvimento e Liderança

Draw my life sobre o Treinamento DL

Nós do Instituto INEXH realizamos um treinamento chamado DL – Desenvolvimento e Liderança há mais de vinte anos e já treinamos mais de 200.000 pessoas desde 1999.

O Treinamento DL (Desenvolvimento e Liderança) vai lhe ajudar a acessar seu potencial interior infinito e a dominar comportamentos e emoções, permitindo assim seu desenvolvimento pessoal e profissional.

O que é desenvolvido?

•Um melhor relacionamento interpessoal e intrapessoal.
•Capacidade de liderança e trabalho em equipe.
•Motivação e automotivação.
•Autoestima e confiança.
•Espírito de vencedor.
•Persistência frente a obstáculos.
•Plano para realização de objetivos pessoais.
•Melhor capacidade para estabelecer relacionamentos.
•Aumento do desempenho profissional.
•Capacidade de mudança de paradigmas.
•Foco no positivo e nas soluções.
•Ferramentas para lidar com depressões, pânicos, medos e stress.

O que é eliminado?

•Crenças e fatores limitantes na conquista do sucesso.
•Medos e inseguranças.
•Pontos fracos nos comportamentos e emoções.
•Desânimo.
•Ansiedades e cansaço do dia a dia.
•Sentimento de inferioridade.

Caso tenha interesse neste curso, clique aqui!


Afinal, é Tristeza ou Depressão?

A tristeza, como já mencionado anteriormente, é um sentimento comum entre todos os seres humanos, porém ela é transitória. Mostramos também que em média a tristeza dura aproximadamente cinco dias, ocasionadas por acontecimentos em nossas vidas e que a maioria das pessoas passam e conhecem. Uma pessoa com depressão é diagnosticada assim quando a tristeza dura mais de duas semanas seguidas.

A depressão é definida como sendo uma doença e seus sintomas são uma tristeza muito mais profunda e acentuada e que não passa ou termina. Enquanto na tristeza você consegue realizar as suas atividades do cotidiano, no caso da depressão ela afeta diversos pontos como a sua vida pessoal, profissional, relacionamentos, saúde, vida social etc.

As causas também servem como um balizador, por exemplo a tristeza normalmente aparece devido a algum caso em específico, já a depressão pode ter outros fatores aleatórios como herança genética, a não produção de algumas enzimas pelo nosso cérebro, aspectos da própria personalidade como a baixa autoestima ou fatores externos como exposição a algo violento por exemplo.

Segundo a OMS, essa é a doença mais comum em todo o mundo atingindo aproximadamente 350 milhões de pessoas.


Sintomas de Depressão

A depressão pode se manifestar de diversas formas em nosso corpo, nossos comportamentos e até pensamentos, vamos elencar alguns dos sintomas mais comuns de serem detectados:

  • Ganho ou perda considerável de peso
  • Insônia ou sono excessivo
  • Dificuldade em sentir-se alegre
  • Baixa autoestima
  • Desânimo
  • Desinteresse por atividades cotidianas
  • Perda de energia
  • Insegurança/Desespero
  • Vazio interno
  • Diminuição do desejo sexual
  • Interpretação negativa e distorcida da realidade
  • Pensamentos de morte ou suicidas
  • Abuso de álcool ou drogas
  • Dores no corpo

Como você pode perceber, alguns dos sintomas são contraditórios como sono em excesso/insônia ou ganho/perda de peso considerável. Essa é uma doença complexa e seus sintomas variam de pessoa para pessoa, por isso, caso você esteja sentindo que não é apenas uma tristeza e sim uma depressão, sugerimos que você procure um especialista no assunto como psicólogos, psiquiatras ou terapeutas.

(1)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *